Uma viagem pelo sertão paraibano

September 11, 2017

    Como bem diz o Jota Quest: “E se quiser saber pra onde eu vou... Pra onde tenha Sol é pra lá que eu vou...”

    Saímos em busca do Sol e como no Nordeste, no mês de julho choveu bastante este ano, já estava me sentindo em Londres, kkkkkkk. Resolvemos que no sertão com toda certeza teria Sol, o percurso que escolhemos foi saindo de Pernambuco por Limoeiro seguindo por Belo jardim, Orobó, Gado Bravo/PB, Queimadas, Boqueirão e chegamos a Cabaçeiras/PB.

 

 

     Situada no Cariri Paraibano, mais conhecida como a “Roliúde Nordestina”, foi lá que uma parte do filme O Auto da Compadecida, uma obra adaptada da peça teatral escrita por Ariano Suassuna, foi filmado. Outros filmes também foram gravados por lá, mais de trinta produções! Existe um memorial cinematográfico um pequeno museu com fotos e textos relacionados às produções rodadas na cidade. 

 

 

    O museu histórico cultural dos Cariris Paraibanos onde o acervo é formado por utensílios utilizados pelos antigos índios Cariris, fósseis encontrados na região e objetos doados pela população local. Foi lá que experimentei duas iguarias locais chamadas de xixi de cabra (licor suave feito com leite de cabra, aguardente e baunilha) e a cocada de xiquexique.

 

 

 

 

 

    Um outro local para visitar é a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição fez parte também do cenário do filme Auto da Compadecida.

 

 

 

 

 

 

    Uma cidade singela, mas muito gostosa de se estar. No dia seguinte fomos ao Lajedo do Pai Mateus, que fica numa propriedade particular e pagamos R$ 20,00 por pessoa para visitarmos, é uma elevação rochosa com blocos arredondados de granito, formando uma paisagem inusitada e bela do planeta, só quem tem essas características geológicas semelhantes no mundo, segundo o nosso guia, são lugares desérticos como da Austrália, Estados Unidos, Argélia e Namíbia. 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Considerado local sagrado, os índios que habitavam essa região iam até a cabana de pai Mateus, o curandeiro, em busca de suas curas milagrosas. O local tem uma energia fantástica para quem está em busca de algo assim... Lá encontramos uma pedra em formato de capacete, a casa de pai Mateus, a pedra do sino e a pedra dos pedidos.

 

 

 

 

 

 

 

 

    Esse local foi cenário de várias produções, dentre as quais a novela Aquele Beijo, O programa Tempero de família com Rodrigo Hillbert da GNT e Richard Rasmussen também se aventurou na caatinga paraibana. Como diria o Chicó... “Não sei, só sei que foi assim.”

    Nós amamos esse passeio, acredito que voltaremos lá para explorarmos melhor a região e desfrutarmos do luar do sertão... Um beijo no coração e até a próxima!

 

Rotas

Ida: Uma rota com muitas serras, muito bonita, mas é mais estressante.

Volta: Cabaceiras, Boa vista, Campina Grande, Itabaiana, Juripiranga (PE), Itambé, Goiana, Recife. Essa rota é mais tranquila, sem tanto sobe e desce, uma paisagem bonita e menos perigosa.

Please reload

  • Facebook - White Circle
  • Google+ - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • YouTube - White Circle
Navegue com a Jac:
Destaques

Pelos sertões que andei... de Recife a Petrolina

July 31, 2017

1/7
Please reload

Please reload